Fale Conosco pelo MSN ou Skype

 27 DE MAIO DE 2017

Email
HOME
QUEM SOMOS
Capacitação
Consultoria
PESQUISAS
NOTÍCIAS
Editorial
Destaques
Artigos / Entrevistas
Logística
Trânsito
Multimodalidade
Empresas
Comex - Mundo
Economia
Mercosul / Cone Sul
Tecnologia
Política
Legislação
Eventos e Cursos
Agência Intelog
ASSINE GRÁTIS
TODAS EDIÇÕES
INTELOG WIDGET
INTELOG TICKER
RSS
Entre em Contato
Tornar página inicial
Adicionar aos favoritos
Mapa do Portal
Recomendar
Imprimir esta página
Translate This Page

  Tempo



 

  Ferramentas

Calcule o tempo e as rotas para sua viagem
Show My Street - Passeio virtual pelas ruas do mundo
Flightradar 24 - Tráfego Aéreo em Tempo Real
Dados e Informações de Todos os Países do Mundo - IBGE
Veja a hora em tempo real no mundo todo - TimeTicker.com
Leia jornais de todo o planeta - Newseum.org

  26/05/2017   Estrada de Ferro Sorocabana será tema de palestra na CPTM - Quem perdeu a oportunidade de assistir as palestras do projeto “Memória Ferro...     26/05/2017   Lei que obriga estações de metrô e trem a instalarem rampas para cadeirantes entra em vigor no Rio - Uma lei que obriga as estações de me...     26/05/2017   Mesmo com crise, Governo de SP mantém cronograma de concessão do metrô - Apesar da instabilidade política que toma conta do País desde a ...     26/05/2017   Cubatão quer ser incluída no projeto de expansão do VLT - O secretário de Planejamento e vice-prefeito, Pedro de Sá, solicitou ao preside...     26/05/2017   Metrô de Salvador chega aos 20 km de extensão - Em extensão, o Metrô de Salvador ainda é pouco significativo, mas o rápido crescimento de...     26/05/2017   ANTT aprova aditivo ao contrato da Ferrovia Centro-Atlântica - A Ferrovia Centro-Atlântica (FCA), que tem a mineradora Vale como acionist...     26/05/2017   Mais eficiência nas ferrovias - A Associação Nacional dos Transportadores Ferroviários (ANTF) faz avaliação positiva da gestão de suas em...     26/05/2017   Importação e cabotagem são destaques do Tecon Salvador no 1Q17 - Energia solar, construção civil e automotivo estão entre os segmentos qu...     26/05/2017   TAP é a primeira companhia aérea europeia a aceitar Cartões ELO - Sempre empenhada em dar maior comodidade para os seus passageiros, a T...     26/05/2017   Área de Logística e as tendências para o mercado - Nos últimos anos, o Brasil vem passando por momentos difíceis, com altos e baixos na p...  
Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Clique para ampliar

19/05/2017

RESPEITO AO ESTADO DE DIREITO

Editorial

Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Nota

?

0 votos

Seja qual for o desfecho da crise, o país deve se manter fiel à Constituição.

As gravações feitas pelo empresário Joesley Batista, um dos donos da JBS, liberadas ontem à noite pelo Supremo Tribunal Federal (STF), mostram o presidente Michel Temer em situação inadequada para um político, ainda mais para um chefe de Estado. Mesmo que o autor dos áudios tenha armado a situação, que faz parte da sua delação premiada, é incompreensível, é constrangedor ouvir-se tal comentário da boca de um presidente da República.

Por isso mesmo, o caminho deve ser o cumprimento estrito da Constituição e do Estado de direito. O STF, que até agora tem dado demonstrações renovadas de independência, deve ser o grande fiador de uma apuração isenta e desapaixonada, sem tergiversações.

É lamentável, porém, que neste cenário as reformas sejam paralisadas e a incipiente recuperação da economia sofra tamanho abalo, como demonstrou ontem o desempenho do mercado financeiro. Bilhões de reais em patrimônio das empresas estão sendo queimados em razão de uma crise política que poderia ter sido evitada. Quem mais sofrerá serão os desempregados – a ponta mais fraca e sem voz do jogo político, que viu a tomada de cena por namorados do caos em busca de um protagonismo imoral em meio à balbúrdia no Planalto.

Ninguém ganha com o aprofundamento da crise econômica. Por isso, o país precisa manter um mínimo de tranquilidade e seguir trabalhando em busca da recuperação, ainda que de solavanco em solavanco.

Desde o começo da crise, que atingiu em cheio o governo e provocou estragos importantes em sua equipe e base de apoio, a possibilidade de renúncia vem sendo aventada em Brasília. O presidente rechaçou ontem essa hipótese em pronunciamento à nação. A alternativa, porém, pode ser uma saída apropriada caso se crie um quadro de ingovernabilidade que comprometa a normalidade institucional.

Eleições diretas não apenas são inviáveis, pois não têm como ser realizadas em pouco tempo, como não estão previstas na Carta. Seja qual for o desfecho da crise, o país deve se manter fiel à Constituição.

 

Por Zero Hora - RS

 

Qual a sua avaliação?

0 Comentários - Faça o seu comentário

Voltar

Compartilhar

Clique para ampliar

Leia Também

Sem ordem, o progresso econômico não voltará

Custo logístico trava a economia: transporte e armazenagem engolem 11% do faturamento

Tentativa de blindar as reformas e a economia

Nenhum direito a menos

Surpresas agradaveis na mobilidade urbana

Estrada de Ferro Sorocabana será tema de palestra na CPTM

Lei que obriga estações de metrô e trem a instalarem rampas para cadeirantes entra em vigor no Rio

Mesmo com crise, Governo de SP mantém cronograma de concessão do metrô

Cubatão quer ser incluída no projeto de expansão do VLT

Metrô de Salvador chega aos 20 km de extensão

Mais...

 

Este site possui suporte ao formato RSS



Notícias em Tempo Real

   

Google
Pesquisa personalizada

       

 Powered by CIS Manager - Desenvolvido por Construtiva

Intelog - Inteligência em Gestão Logística